Segurança Privada: Campanha Salarial 2020

Convocação para Assembleia

 

O Sindicato dos Em­pregados em Empresas de Segurança e Vigilância de Osasco, Região e Vale do Ri­beira – “SINDVIGILÂNCIA OSASCO” -, convoca todos os trabalhadores (as) da catego­ria de vigilância, segurança privada e guarda patrimonial, SINDICALIZADOS OU NÃO, das cidades que compõem a base territorial do sindicato: Osasco, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba, Taboão da Serra, Apiaí, Barra do Turvo, Cajati, Jacupiranga, Cananéia, Eldorado, Iguape, Iporanga, Ilha Comprida, Ju­quiá, Juquitiba, Miracatu, Pa­riquera-Açu, Registro, Ribeira, São Lourenço da Serra, São Miguel do Arcanjo, Sete Barras e Tapiraí – SP, para a assem­bleia geral de discussão, vota­ção e aprovação da pauta da Campanha Salarial 2020, que será realizada na sede e sub­sedes da entidade sindical, nos seguintes dias e horários:

 A negociação nesta próxima data-base está limitada às cláusulas econômicas e jurídicas, vez que as cláusulas sociais encontram-se em vigência até o final de 2020.

Santana de Parnaíba: 25 de outubro de 2019 (sexta-feira), às 9h em primeira convoca­ção e, em segunda e últi­ma convocação às 10h, na subsede do sindicato insta­lada Rua XV de Novembro, n° 189 – CEP: 06501-145 – Santana de Parnaíba/SP.

 Osasco: 25 de outubro de 2019 (sexta-feira), com início às 18h30 (primeira chamada) e às 19h30 (segunda cha­mada), independente de quórum, na sede do Sindi­cato dos Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância Osasco, Região e Vale do Ribeira, localizado na Avenida Marechal Rondon, 519 – Centro – Osasco/SP.

 Rgistro: 26 de outubro de 2019, às 10h (sábado), em primeira convocação e, em segunda e última convocação às 11h, na sub­sede do sindicato instalada na Avenida Pres. Getúlio Vargas, 420 – Centro – Registro/SP (Shopping Registro – 2º andar – Sala 35).

 

Vigilantes, mesmo com a pressão do Governo Federal para desestabilizar os Sindicatos e enfraquece-los, saiba que o sindicato é imprescindível na representação dos trabalhadores junto aos patrões.

Entenda que o sindicato é seu único instrumento de luta e a categoria profissional precisa estar unida para que nossos direitos já conquistados ao longo dos anos sejam mantidos e não voltemos aos tempos de escravidão.

Vamos construir e de­bater a pauta de reivindicação para a próxima negociação coletiva.

Contamos com a sua participação e união.